CSSJ (RJ) realiza simulado de atendimento a múltiplas vítimas - ACSC
busca
Acesso restrito

Notícias

CSSJ (RJ) realiza simulado de atendimento a múltiplas vítimas

10 de setembro de 2018

Casa de Saúde São José (RJ) realizou, no dia 5 de setembro, um novo Simulado de Atendimento a Múltiplas Vítimas. A encenação, dessa vez, foi uma manifestação com fins políticos, que ocorreu no Colégio Pedro II, unidade escolar localizada no mesmo bairro. Treze vítimas – incluindo uma grávida – chegaram à Casa de Saúde São José para atendimento na Emergência.

Para a execução do plano de contingência, um cenário realístico foi montado, com a presença de figurantes caracterizados e maquiados, que passaram por uma triagem no pátio externo do hospital: seis deles receberam classificações na cor verde (cinco com escoriações e um ferimento no pescoço causado por bala de borracha); três foram classificados na cor amarela (média gravidade, sendo uma fratura de braço, uma de perna e uma intoxicação por gás de pimenta); e quatro ganharam classificações vermelhas (estado grave, sendo um trauma ocular, uma suspeita de infarto, um trauma encefálico e um ferimento a bala no abdômen). Além do Pronto Atendimento, a dinâmica mobilizou setores como Enfermagem, Centro Cirúrgico, Hospitalidade, Hotelaria, Infraestrutura, SESMT, Assistência Social, Qualidade, Segurança Patrimonial e Comunicação.

Essa foi a quarta vez que a CSSJ promoveu esse tipo de treinamento, porém com um diferencial: “Este ano também foram avaliados o acionamento do plano de atendimento ao colaborador impactado, a atuação da Assistência Social no acolhimento aos familiares das vítimas, o atendimento em Centro Cirúrgico e a chegada da imprensa”, explicou o médico do Trabalho da CSSJ, Dr. Marcelo Jacobina. Segundo ele, o objetivo é qualificar todas as equipes envolvidas e deixá-las aptas para atender qualquer tipo de emergência. “Queremos manter um ambiente organizado, com a equipe multidisciplinar do hospital capaz de classificar as prioridades e realizar atendimentos seguros. A ideia é sempre estar preparado para prestar essa assistência, caso isso aconteça na prática”, considerou Dr. Jacobina.

2018 - Associação Congregação de Santa Catarina - Todos os direitos reservados.